quinta-feira, 31 de maio de 2018

VIAGEM PARA BUENOS AIRES- PARTE 5♥

Oi Gentemmm...
Hoje tem mais um pouquinho da nossa viagem para Buenos Aires aqui no Blog Misturinhas... hoje vou postar o que fizemos no dia 1ºde Maio (feriado por lá também!), o dia mais frio de nossa viagem... resolvemos sair um pouco de Buenos Aires e fazer um passeio pelo delta do Rio Tigre. Compramos o passeio no hotel e pontualmente as nove horas da manhã um ônibus veio nos buscar para nos levar até a cidade de Tigre que fica mais ou menos a 30km de Buenos Aires. A cidade é bem desenvolvida e bonita e a Estação Fluvial é uma graça e super bem cuidada, tivemos um tempinho para apreciar o Puerto de Frutos que tem várias feirinhas e lojas de artesanatos muito bacanas e por lá compramos muitos presentes e "coisas de casa", rsrsrs
O Rio Tigre tem um delta com diversas casas na beira do rio. Há outras construções também como um antigo hotel que hoje funciona como um museu de arte, e também o Parque de La Costa, que é o maior parque de diversão do país. É bem gostoso passear apreciando as diferentes casas e pensando no estilo de vida dessas pessoas.
O guia do barco é uma gravação (em espanhol, inglês e português) que explica muitas coisas do itinerário,  explica que lá eles usam mais barco do que carro, afinal a “rua” deles é o próprio rio. Existe um hospital que é um barco, uma van (barco) escolar que passa para pegar as crianças para a escola, um posto de gasolina que é um barco, etc. É algo bem interessante de se pensar e transforma o passeio em algo bem enriquecedor e bastante calmo, para quem quer relaxar.
O passeio dura em média duas horas, o barco vai até um ponto do rio e depois faz o trajeto de volta, assim você consegue ver as casas dos dois lados sem precisar trocar de lugar. No barco que estivemos foi servido café e um alfajor e era todo fechado com janelas de vidro, ainda bem pois estava muiiito frio e ventando!!! Nós gostamos e recomendamos!!!



Quando retornamos a Buenos Aires pedimos para o ônibus nos deixar mais próximo da região central e de lá fomos andando e apreciando mais uma vez as construções e monumentos da cidade... passamos até pela Embaixada do Brasil, mas não quisemos entrar para o almoço, rsrsrs


Estas três mansões das fotos abaixo têm uma história bem interessante: a primeira era de uma Família riquíssima, moravam pai, mãe e um filho (e mais uns 80 empregados!), depois que perderam os bens a mansão se transformou em um museu, antes disso construíram a mansão da segunda foto para o filho (que atualmente é um hotel!) e a terceira mansão o filho, muito religioso, construiu para ser a Embaixada do Vaticano... mas o Papa Francisco, que é argentino, nunca esteve por terras portenhas desde que foi ordenado chefe maior da Igreja Católica... por isso são conhecidas como as casas do Pai, Filho e Espírito Santo... quem nos contou essa história foi a querida guia Soledade, quando fizemos o city tour!!!

Na paradinha para almoçar no Bairro da Recolata quase fomos parar neste restaurante La Panera Rosa, mas meu marido achou muito rosa (rsrsrs) e preferimos então conhecer o The American Burguer, o local é muito bacana, parece um galpão, com móveis coloridos, bom atendimento e comida gostosa... mas naquele momento, famintos, nós comeríamos até um "dogão" nas barraquinhas de rua, rsrsrs






Depois de alimentados e felizes fomos então conhecer a Igreja Nossa Senhora do Pilar, antes de chegar na Igreja (tudo perto, em uma mesma praça!), nós vimos esta cena maravilhosa: a árvore El Gomero e a estátua que segura um de seus galhos, toda feita com peças de automóveis, ficamos encantados com a criatividade!!!
A Basílica Nossa Senhora do Pilar é uma das mais antigas igrejas de Buenos Aires, a primeira capela foi construída em 1732 e pertencia à ordem dos Franciscanos Recoletos o que acabou dando nome ao bairro. Um exemplar lindo da arquitetura colonial e muito rico também, já que as pinturas internas possuem ouro misturado com as tintas.
No terreno onde tinham uma horta, construiu-se o Cemitério da Recoleta, um local que eu não estava muito a fim de ir mas já que estávamos ali pertinho, nós fomos...


... o local estava lotado de turistas que vão visitar principalmente o túmulo de Eva Duarte Peron... cemitério não é um local que me agrada nadinha, então nós entramos demos uma volta pelos imponentes túmulos (apesar de ser público somente os muito ricos foram enterrados ali), já sabíamos de algumas histórias contadas pela guia Soledade e não chegamos nem perto do túmulo de Evita pois estava abarrotado de gente... foi o passeio mais curto de todos, rsrsrs


E de lá já saímos na frente da Feira de Artesanato, uma loucura de mil coisinhas lindas que eu não consegui resistir, rsrsrs Olhem a minha carinha de felicidade, rsrsrs
O Bairro da Recoleta é muito charmoso, com uma galeria que tem uma Igreja sobressaindo nas nuvens (é muito legal!) e o Museu Nacional de Belas Artes, que infelizmente estava fechado... um prédio lindo e também na cor parecida com a Casa Rosada...

Não entramos no Museu, mas ao lado dele, várias esculturas estão expostas como esta intitulada "Centauro Herido" do escultor francês Antoine Bourdelle... é linda e emocionante, faz a gente pensar que todos nós somos "vencíveis e frágeis"...
Andamos mais um pouco e chegamos a uma ponte onde podíamos ver a Faculdade de Direito e a Floralis Genérica ao fundo... lugar melhor para uma selfie impossível, rsrsrs
 
Para jantar escolhemos  um local onde meu marido já estava de olho desde o primeiro dia de nosso passeio por San Telmo: O Shami Shawarna... especializado em comida árabe e principalmente na Shawarna (ou Xauarma), um prato originalmente do oriente médio, composto de fatias finas de carne de carneiro ou frango, assada em um espeto vertical e servidas no pão árabe com legumes, homus, labneh e outros acompanhamentos. Estava muito saboroso e leve, eu amei
Que pena que já estava quase acabando a nossa viagem, rsrsrs Beijinhos♥♥
 


(Fonte de Pesquisa: Aires Buenos Blog)

Um comentário:

  1. Jane, amei ver esta parte de Buenos Aires que eu não conheci quando estive por lá. Por isso pretendo voltar.
    bjk

    ResponderExcluir