segunda-feira, 24 de outubro de 2016

PARA REFLETIR!!!

"O amor começa não só na euforia das noites de sexta-feira, mas nos tédios compartilhados de domingo; não só na sinfonia do encontro de timbres, mas no descobrimento da paz que mora dentro dos silêncios cotidianos. O amor começa depois. Depois que aquela vida que nos tira o ar tantas vezes, for também a mesma que, simplesmente por existir e respirar, nos dá coragem e vontade de continuar fazendo o mesmo."
(Patrícia Pinheiro by Terabítia))

2 comentários:

  1. Bacana demais, Jane, gostei muito deste pensamento e concordo.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Jane...conheci seu blog através da Lili e já tô ficando. Amei o pensamento, sempre digo que o amor é isso mesmo, entender e compartilhar os silêncios cotidianos, que bom que ainda tem gente cultivando essas delicadezas. Um beijo que prazer estar aqui!!!

    ResponderExcluir