quinta-feira, 31 de março de 2016

UM ANO SEM EMPREGADA DOMÉSTICA!!!

Oi Gentemmm..
Eu lembrei nesta semana que estamos há exatos um ano sem empregada doméstica... nesta época no ano passado a nossa "secretária", como eu sempre chamei as minhas ajudantes, estava terminando de cumprir o aviso prévio... a opção por não ter mais uma pessoa todos os dias em casa não foi por causa da qualidade do serviço da nossa querida Eliana Santos, muito pelo contrário, somos muito gratos pelo tempo que ela passou conosco e até hoje quando preciso de uma ajuda nas festas aqui de casa eu grito por socorro e ela vem e nos salva, rsrsrs... chegamos a essa conclusão pois manter uma funcionária com todos os direitos adquiridos por esta categoria (extremamente justo!) não cabia mais no nosso orçamento.
Quando casamos eu e meu marido dividíamos as tarefas de casa mas tínhamos uma faxineira que vinha toda semana para nos ajudar. Ao engravidar da primeira filha esta faxineira passou a vir 3 vezes na semana e quando a Maria Fernanda nasceu nós a contratamos para vir todos os dias e assim ficamos com uma funcionária fixa por 9 anos, tivemos pelo menos umas 3 empregadas domésticas nesse período, elas acompanharam o nascimento dos outros filhotes, nos ajudaram muito com a casa e com as crianças, sempre tivemos um relacionamento amigável e sempre cumprimos todas as nossas obrigações trabalhistas. Quando o nosso filho caçula começou a estudar no mesmo período dos outros maiores nós começamos a pensar na possibilidade de ficarmos com uma pessoa somente 2 vezes na semana pois meu marido tem alguns horários flexíveis no trabalho e isso nos ajudaria bastante, nos organizamos, dividimos tarefas entre nós dois e com as crianças também e estabelecemos o prazo de 6 meses para ver se realmente conseguiríamos nos acostumar. Deu super certo e ao mudarmos para uma casa bem menor e comprarmos uma máquina de lavar roupas que só falta falar com a gente a nossa faxineira começou a vir a cada 15 dias. Aqui em casa todos temos tarefas para cumprir e com isso nos tornamos mais unidos, meu marido que sempre foi super parceiro está até cozinhando e faz uma comida deliciosa, os filhos assumiram pequenas tarefas que fazem muita diferença no dia a dia como arrumar as camas e lavar/enxugar louça... a economia foi um dos grandes incentivos para esta decisão e posso garantir que é bem grande, estamos investindo na nossa futura casa, em cursos para as crianças, em alguns passeios e viagens... mas posso dizer sinceramente que a cooperação, responsabilidade, solidariedade e união entre nós foram os maiores ganhos!!!
Beijosss!!!

3 comentários:

  1. Ei Jane
    Assunto muito interessante, no seu caso todos da casa passaram a dar sua parcela de contribuição, e parece-me que todos saíram ganhando com isto.
    Também não tenho empregada doméstica há quase 14 anos, só uma diarista, duas vezes por semana, minha roupa é lavada e passada na lavanderia, o que me ajuda muito. Minha casa é muito grande, tem muita área externa, muitos banheiros, então não dá pra ficar sem ajudante.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Que bacana, Jane! Cada um fazendo sua parte, cooperando, parabéns pra vcs:) Aqui na Holanda é exatamente assim, estou aqui há 15 anos e nunca tive "secretária", eu e meu marido fazemos tudo em casa. Desde o início dividimos tarefas e tb dá super certo;)
    Bjs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  3. parabéns, li agora seu post e achei bem interessante, a tendência é muitas famílias não terem mais empregadas e a participação da família é muito importante mesmo! abraços Carlos

    ResponderExcluir